Segure um tênis de corrida em trilha ao lado de um tênis de corrida de rua e você poderá identificar algumas diferenças na aparência e na estrutura. Mas o que essas diferenças significam para o desempenho? E você realmente precisa possuir um par de ambos? Para ajudar você a descobrir as respostas, vamos detalhar o que distingue os tênis de corrida de trilha dos tênis de corrida de rua.

Comparados aos tênis de corrida de rua, os tênis de trilha possuem:

Sola mais robusta: As solas dos tênis de Trail Running geralmente têm travas maiores e mais macias para melhor tração nas trilhas, enquanto os tênis de corrida de rua tendem a ter solas mais planas, suaves e duráveis ​​para correr no asfalto.

Entressolas mais rígidas: Os tênis de corrida em trilha e montanha geralmente têm entressolas mais rígidas que os tênis de corrida de rua para criar uma plataforma mais estável em terrenos irregulares. E, às vezes, incluem placas rígidas para proteção contra pedras e objetos afiados como lascas de madeira. Os tênis de corrida de rua geralmente possuem entressolas mais macias para amortecer as pancadas na calçada.

Cabedais reforçados: Os cabedais dos tênis de Trail Running são reforçados para proteção contra rochas, raízes e galhos nas trilhas. Os tênis de corrida de rua não exigem isso, o que significa que geralmente são um pouco mais leves e mais respiráveis.

Diferença da sola dos Tênis de Trail Running e os corrida de rua

Uma das diferenças mais visíveis entre os tênis de Trail Running e de corrida de rua está nas solas (parte inferior dos tênis).

Os tênis de Trail Running possuem travas maiores para melhor aderência ao passar por cima de rochas, raízes e trilhas irregulares. O tamanho e o padrão dos terminais variam de acordo com o tipo de terreno para o qual os tênis foram projetados, portanto, é melhor combinar seu tênis com a superfície em que você estará correndo. Além disso, a borracha é geralmente mais macia do que as dos modelos de corrida de rua, para que possa agarrar e dobrar em torno de obstáculos na trilha para uma boa aderência. Por causa da borracha mais macia, usar tênis de Trail running para correr no asfalto, onde regularmente batem e esfregam em pavimentos duros, pode desgastar as solas mais rapidamente do que se você tracionar a superfície mais macia de uma trilha.

Os tênis de corrida de rua possuem solas mais planas e menos nodosas para criar uma superfície estável e consistente para corridas em estradas pavimentadas. A borracha geralmente suporta melhor o atrito frequente com superfícies pavimentadas do que a borracha dos tênis de Trail Running.

Diferença de entressola do tênis de Trail Running e de corrida de rua

A entressola é a camada de amortecimento e estabilidade de um tênis, e se localiza entre a sola e a parte superior.

Os tênis de Trail Running são geralmente mais rígidos nas entressolas para maior apoio em trilhas acidentadas e superfícies irregulares. Alguns tênis de Trail Running incluem placas entre as entressolas e as solas que adicionam proteção contra objetos pontiagudos, como pedras e paus, sem tirar muito da sensação da trilha. A altura das entressolas e o DROP (diferença de altura entre os calcanhares e os dedos dos pés) podem variar bastante de acordo com a forma como os tênis devem se comportar e se sentir em seus pés (o mesmo ocorre com os tênis de corrida de rua). A quantidade certa de amortecimento e DROP baseia-se amplamente na preferência pessoal, mas sua anatomia e o terreno também desempenham um importante papel.

Os tênis de corrida de rua não exigem a mesma rigidez que os tênis de Trail Running nas entressolas, mas ainda precisam proteger os pés das pancadas no asfalto. Eles normalmente fazem isso incorporando um amortecimento mais macio nas entressolas do que você encontrará nos tênis de corrida. Os tênis de corrida de rua às vezes possuem tecnologias como barras antitorção. Elas estão localizadas nas laterais dos tênis para ajudar a controlar o movimento excessivo para dentro ou para fora. Eles são projetados para o excesso da pisada pronada ou supinada.

Parte superior de tênis de Trail Running versus de corrida de rua

As partes superiores dos tênis estão acima das entressolas e geralmente são feitas de materiais respiráveis ​​como poliéster, nylon e malha de nylon.

Os tênis de Trail Running são construídos com mais resistência do que os tênis de corrida de rua para proteger tanto o próprio tênis quanto os pés dos corredores de coisas que encontrarão na trilha, como pedras, raízes e paus. Isso significa que as partes superiores são frequentemente reforçadas com sobreposições sintéticas em pontos-chave, como ao redor dos dedos, calcanhares e laterais dos tênis.

A parte superior de alguns tênis de Trail Running possui forro ou revestimento impermeável ​​para ajudar a manter a umidade longe. Tênis à prova d’água podem ser bons para condições molhadas, mas é bom saber que, se a umidade entrar, não será capaz de escoar a água tão facilmente quanto os modelos que não são à prova d’água.

Algumas outras características que você encontrará na parte superior de alguns tênis de Trail Running são bolsos de renda nas línguas e os pontos de fixação das polainas nos calcanhares e / ou dedos dos pés. Os bolsos são úteis para colocar os laços de seus cadarços, para que não fiquem presos em raízes, pedras e paus enquanto você estiver correndo. Os pontos de fixação das polainas facilitam a fixação segura das polainas para ajudar a manter a poeira, lama, pedras, água e neve fora de seu tênis.

Quando você está correndo em uma rua pavimentada com asfalto, é improvável que seus tênis se esfreguem contra obstáculos. Por esse motivo, os tênis para corrida de rua não precisam de muito reforço na parte superior e, em vez disso, eles possuem uma malha para manter os tênis leves e respiráveis.